sexta-feira, 22 de abril de 2011

A vendedora de violetas



     Não te assustes com a cafonice do título. Eu também não acredito que tenham jamais existido as vendedoras de violetas. É dessas coisas falsamente poéticas, pura invencionice para idealizar a miséria misturando-a com flores - ainda mais a violeta, famosa pela sua humildade e modéstia - ôrre!

Mario Quintana (Caderno H, p 272)



Imagem: www.deviantart.com

3 comentários:

  1. Igual Páscoa se resumir a chocolate ! Pura invencionice... !? Quando é a oportunidade de fazer renascer nossos sentimentos, emoções e atitudes. Um abraço, Fabiola.

    ResponderExcluir
  2. Em Portugal, já houve as vendoras de violetas; era no Rossio.

    Também nos mercados!

    Hoje já não há e é pena.

    Anita

    ResponderExcluir
  3. Em Portugal, já houve as vendoras de violetas; era no Rossio.

    Também nos mercados!

    Hoje já não há e é pena.

    Anita

    ResponderExcluir