terça-feira, 23 de novembro de 2010

Noturno arrabaleiro


    Os grilos... os grilos... Meu Deus, se a gente
    Pudesse
    Puxar
    Por uma
    Perna
    Um só
    Grilo,
    Se desfiariam todas as estrelas!

    Mario Quintana (A cor do invisível, p 137)



Um comentário:

  1. .

    Que lindo, Lu!

    Parece com o Manoel de Barros.


    Beijos e sorrisos muitos

    .
    .

    ResponderExcluir